Cadastre-se para receber novidades
Notícias » Notícias » Notícias » Notícias » Francisco pede empenho da comu...
A↑AA↓

Francisco pede empenho da comunidade internacional para debelar trabalho infantil

Por: Família Missionária

No final da Audiência Geral desta quarta-feira, o Papa recordou a celebração, no dia 12 de junho, do Dia Mundial contra a exploração do trabalho infantil.

Francisco citou os milhões de menores, enfatizando o termo “milhões”, que são obrigados a trabalhar “em condições degradantes”, expostos a formas de escravidão e de exploração, como também de abusos, maus-tratos e discriminações.

“Faço votos vivamente que a comunidade internacional possa ampliar a proteção social dos menores para debelar essa chaga. Renovemos todos o nosso empenho, em especial as famílias, para garantir a cada menino e menina a tutela de sua dignidade e a possibilidade de um crescimento saudável. Uma infância serena permite às crianças olhar para a vida e para o futuro com confiança.”

O Papa rezou um “Ave-Maria” com a multidão, para pedir a intercessão de Nossa Senhora, “que teve o Menino Jesus nos braços”, por esses meninos e meninas que são explorados por meio do trabalho e de abusos.

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) estima que, atualmente, existam 168 milhões de crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos que trabalham. Desse total, a maioria está na agricultura – cerca de 98 milhões (58%). Um dos setores que preocupam a organização é o do serviço doméstico, que emprega mais de 15 milhões de menores e que está entre as piores formas de trabalho infantil, por envolver atividades perigosas, com efeitos nocivos à saúde física, mental e emocional. 

Este ano, a OIT lança a campanha “Cartão vermelho para o trabalho infantil”, por ocasião da Copa do Mundo, para conscientizar a sociedade civil contra o uso de mão de obra de crianças e adolescentes durante o Mundial.

Serão realizadas ações em várias cidades brasileiras, como Recife, Alagoas, São Luís e Porto Velho, com a promoção de oficinas, palestras, panfletagem e atividades esportivas para crianças e adolescentes.

Fonte: CNBB

voltar

© Todos direitos reservados - Familia Missionária. design by ideia on