Cadastre-se para receber novidades
Notícias » Notícias » Notícias » Notícias » O Papa celebra a XVI jornada d...
A↑AA↓

O Papa celebra a XVI jornada da vida consagrada

Por: Família Missionária

A XVI Jornada da Vida Consagrada culminou com as vésperas na festa da Apresentação do Senhor, celebradas ontem à noite pelo Papa Bento XVI na Basílica Vaticana.

A festa cai exatamente 40 dias depois da Natividade, portanto, “o tempo litúrgico reflete aquele histórico”, observou o Santo Padre no início da homilia. O tema de “Cristo luz”, acrescentou o Papa, “ que caracterizou o ciclo das festas natalinas e culminou com a solenidade da Epifania, é retomado e estendido na festa de hoje."

O gesto ritual com o qual José e Maria apresentam o menino Jesus no Templo, acontece "no estilo de humilde ocultamento que caracteriza a Encarnação do Filho de Deus" e encontra uma “particular acolhida” do ancião Simeão e da profetisa Ana, que reconhecem em Jesus o Messias anunciado pelos profetas.

A coincidência entre a celebração da festa litúrgica e a Jornada da Vida Consagrada não é aleatória. O episódio evangélico em questão (Lc 2,32), de fato, "constitui um ícone importante da doação da própria vida por todos os que foram chamados a representar na Igreja e no mundo, por meio dos conselhos evangélicos, os traços característicos de Jesus casto, pobre e obediente, o Consagrado do Pai ", disse o Papa.

A Jornada pela Vida Consagrada, celebrada pela primeira vez pelo Beato João Paulo II em 1997, busca alguns objetivos particulares. Entre estes, recordou Bento XVI, estão o louvor e o agradecimento ao Senhor pelo “dom deste estado de vida, que pertence à santidade da Igreja."

Além do mais a Jornada tem como objetivo “valorizar sempre mais o testemunho daqueles que optaram por seguir a Cristo mediante a prática dos conselhos evangélicos, promovendo o conhecimento e a estima da vida consagrada dentro do Povo de Deus."

Finalmente, para todos os homens e mulheres consagrados ao Senhor, a Igreja quer dar "uma valiosa oportunidade de renovar os propósitos e reavivar os sentimentos que inspiraram e inspiram a doação de si mesmos ao Senhor."

O Ano da Fé, que o Santo Padre marcou a partir do próximo mês de outubro, representará para os consagrados um “tempo favorável para a renovação interior, do qual sempre se sente a necessidade, com um aprofundamento dos valores essenciais e das exigências da própria consagração. "

A proximidade com o Senhor, disse o Papa dirigindo-se aos consagrados presentes, “vos levará a uma renovada adesão a Ele e terá uma influência positiva na vossa particular presença e forma de apostolado dentro do Povo de Deus, através da contribuição dos vossos carismas, na fidelidade ao Magistério, a fim de ser testemunhas da fé e da graça, testemunhas críveis para a Igreja e para o mundo de hoje."

A Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, disse Bento XVI, se esforçará para que o Ano da Fé seja para as pessoas consagradas um "ano de renovação e de fidelidade", para guiá-los "com entusiasmo na nova evangelização ".

O secretário desta citada Congregação é monsenhor João Braz de Aviz, que o Santo Padre cumprimentou e agradeceu publicamente e que é um dos cardeais que serão criados durante o próximo Consistório (18-19 de Fevereiro).
 

Fonte: Zenit

voltar

© Todos direitos reservados - Familia Missionária. design by ideia on