Cadastre-se para receber novidades
Artigos » Eventos » Eventos Sub » Artigos » Priscila e Áquila, um casal mi...
A↑AA↓

Priscila e Áquila, um casal missionário - Cônego Celso Pedro

Por: Família Missionária

Em suas viagens, Paulo chega a Corinto, na Grécia de hoje, numa verdadeira aventura missionária. Era um estrangeiro chegando num lugar desconhecido, necessitando de trabalho e moradia. Deus, porém, na sua providência, preparou uma surpresa para Paulo e seus companheiros de missão: lá estava em Corinto um casal de judeus, originários do Ponto, na atual Turquia. Ela se chamava Priscila ou Prisca, e ele Áquila. Os dois tinham vindo de Roma, onde se tornaram cristãos. Agora estavam vivendo sua vida normal de judeus em Corinto, cidade onde não tinha uma comunidade cristã.

Em Roma tinha havido problemas entre os judeus, e o imperador Cláudio, que  mandou expulsar os membros de uma sinagoga em particular, acusados de perturbar a ordem por causa de certo Cresto. Judeus e cristãos participavam juntos do culto da sinagoga e devem ter se desentendido por causa de Jesus Cristo. Com a expulsão, Priscila e Áquila foram para Corinto, onde tinham emprego garantido. Trabalhavam na confecção e reparação de velas de navio e tendas feitas com o mesmo material. Corinto tinha dois portos importantes e sediava, na faixa de terra que ligava Corinto a Atenas, os jogos ístmicos, semelhantes aos jogos olímpicos. Na ocasião dos jogos muita gente se abrigava em tendas.

Deus preparou a missão de Paulo em Corinto com este casal precursor. Podemos  nos imaginar a surpresa e a alegria da equipe missionária, formada por Paulo, Silas, Timóteo e possivelmente Lucas, quando encontraram um casal cristão e com a mesma profissão de Paulo. Trabalharam juntos e deram início às comunidades cristãs de Corinto.

Em viagem para Jerusalém, o casal acompanha Paulo, mas fica em Éfeso. Mais tarde, atravessando por terra o território da atual Turquia, Paulo se estabelece em Efeso, cidade portuária, de alto nível artístico e cultural, apoiado pela comunidade se não iniciada pelo menos trabalhada por Áquila e Priscila. Foi em Éfeso que eles completaram a formação de Apolo, judeu-cristão de Alexandria, no Egito, muito inteligente e muito bem formado em altos estudos filosóficos, que se tornará um importante apóstolo em Corinto.

O sonho de Paulo foi sempre anunciar o Evangelho até os confins da terra. Na prática, isso significava chegar até a Espanha, passando por Roma e com o apoio dos cristãos romanos. Paulo vai a Roma e lá, preparando a sua chegada, já estavam Priscila e Áquila. Eles conheciam a cidade, e a Igreja de Roma tinha sido a sua comunidade de base. Mais uma vez, Paulo e seus companheiros encontram um apoio decisivo na disponibilidade de um casal de leigos, tão missionários quanto o Apóstolo.

A Igreja de Jesus Cristo é por natureza missionária. Todos os cristãos são chamados a anunciar as maravilhas do Senhor, mas algumas pessoas fazem especificamente suas a vocação de todos e assumem a função de missionários no mundo. O casal Priscila e Áquila foi extremamente importante na obra evangelizadora de Paulo.

Cônego Celso Pedro
 

voltar

© Todos direitos reservados - Familia Missionária. design by ideia on