Cadastre-se para receber novidades
Artigos » Eventos » Eventos Sub » Artigos » Juventude vamos Lá ! - Cardea...
A↑AA↓

Juventude vamos Lá ! - Cardeal Odilo P. Scherer

Por: Família Missionária

O Dia Nacional da Juventude (DNJ), promovido pela CNBB, acontece neste ano pela 25ª vez; além disso, 2011 foi declarado pela ONU como o Ano Internacional da Juventude. Portanto há motivos para um destaque e uma reflexão especial.
O Setor Juventude escolheu como tema – “Celebrando a memória e transformando a história”. Os jovens recordam o percurso desses 25 anos de evangelização da juventude e querem assumir seu papel na transformação da história, seguindo os ensinamentos de Jesus Cristo anunciados pela Igreja. De fato, a fé cristã é uma enorme força e uma luz poderosa para iluminar e mudar a história; e cada geração de jovens é chamada a acolher e traduzir esta força renovadora, de forma criativa, na vida pessoal e social. Juventude é sempre promessa de novidade e esperança.
 

Também a Igreja espera isso mesmo dos jovens. A eles dizia o papa João Paulo 2º: “Vocês são o rosto jovem da Igreja!” A Igreja tem consciência disso e deseja voltar-se mais para os jovens, dialogar com eles e convidá-los a participar da sua vida e missão. Sim, também os jovens cristãos são discípulos missionários de Jesus Cristo e o devem ser, sobretudo, enquanto jovens, no meio dos seus companheiros de idade. Preocupa-nos o índice relativamente baixo dos jovens na vida e ação da Igreja. Temos muito a fazer!
 

O DNJ deste ano chama atenção para o fato dramático da violência contra a juventude e até do extermínio de jovens. É uma triste realidade. As estatísticas mostram que é assustador o número de jovens assassinados em todo o Brasil. Muitas vezes, este fato doloroso tem relação com o envolvimento dos jovens no tráfico e no consumo de drogas. O consumo de drogas mata, mas também as redes de tráfico exterminam muitas vidas jovens, quer nas guerras de gangues, quer como “queima de arquivo”. É necessária uma séria reflexão da sociedade e das autoridades sobre este fato e sobre como ele pode ser superado. Certamente, a educação, as oportunidades de trabalho, a pertença a uma família e a um grupo de referência positivo são parte de solução e requerem investimentos e políticas públicas adequadas.
 

Mas não tudo se resolve por aí. Os jovens necessitam de sentido para sua vida e isso, muitas vezes, lhes é negado, ou passado de maneira equivocada. A Igreja, ao mesmo tempo em que apóia e incentiva a oferta de oportunidades de educação e trabalho para os jovens, convida-os ao encontro com Jesus Cristo, caminho, verdade e vida. Ele é capaz de preencher a vida de sentido. O papa Bento 16 dizia aos jovens, logo no início de seu pontificado: “Não tenham medo de deixar Jesus entrar em suas vidas: ele não lhes tira nada do que é bom, mas faz conhecer e valorizar aquilo que é grande e belo e que merece ser abraçado com entusiasmo!”
 

Desde 1989, em média a cada 3 anos, está sendo realizada a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) com o papa; a última foi em Sidney, na Austrália, e a próxima será em Madrid, de 16 a 21 de agosto de 2011. E já estamos felizes por saber que, depois, em 2013 ou 2014, a Jornada acontecerá no Brasil! Por isso mesmo o Encontro na Espanha interessa muito à juventude e à Igreja no Brasil; muitos jovens brasileiros, de todas as dioceses, deverão estar presentes em Madrid, quer para aprender a metodologia da realização das jornadas, quer para acolher o anúncio da jornada seguinte, a ser feita no Brasil. E já vai acontecendo uma mobilização de organizações da juventude na Igreja em vista da participação na Espanha; de fato, é preciso pensar na viagem, na hospedagem, na definição de quem irá como representante dos grupos e organizações. Haverá uma delegação oficial do Brasil, mas também muitos outros jovens poderão ir, organizando-se espontaneamente. O mesmo também está acontecendo em outros países.
As jornadas têm sido ocasiões muito ricas para os jovens do mundo inteiro e para o trabalho da Igreja com eles. Além da reflexão temática propriamente dita, cria-se uma interação positiva e a percepção de que há muitos jovens pelo mundo todo que estão no mesmo caminho de busca e se alegram juntos pelas respostas encontradas no encontro com Cristo e na participação na vida da Igreja. Vamos lá, juventude, é ocasião para não se perder! Os frutos serão abundantes!

Card. Odilo P. Scherer -Arcebispo de São Paulo

voltar

© Todos direitos reservados - Familia Missionária. design by ideia on