Cadastre-se para receber novidades
Artigos » Eventos » Eventos Sub » Artigos » 4º DOMINGO DA PÁSCOA - Cônego ...
A↑AA↓

4º DOMINGO DA PÁSCOA - Cônego Celso Pedro da Silva

Por: Família Missionária

Jesus ressuscitado é o Bom Pastor. Jesus não tem entre nós título melhor do que este: Bom Pastor. Mesmo sem convivermos com cabras e ovelhas, todos sabemos o que é um pastor e podemos imaginar como se desenvolve a sua atividade junto às ovelhas.

Na passagem de São João que lemos neste Domingo, o tema do Bom Pastor é apresentado de forma bem curta e clara. Jesus se refere a si mesmo como pastor, e a nós, os seus seguidores, como ovelhas. O que é que Ele diz? Em primeiro lugar, diz que as ovelhas escutam a sua voz. Elas escutam o que Ele diz e identificam a sua voz. Ouvindo o som das palavras sabem se é a voz de Jesus ou não.

Em seguida diz: “Eu as conheço”. Jesus conhece as suas ovelhas, sabe quem são elas. Isto nos faz lembrar de Santo Agostinho, que perguntava: “São todos os que estão e estão todos os que são?”. Ele se referia aos cristãos na Igreja. Todos os que estão na Igreja são discípulos de Jesus, e todos os que são verdadeiramente discípulos de Jesus estão na Igreja? Jesus sabe quem são verdadeiramente os seus discípulos. Em seguida acrescenta: “Elas me seguem”. É este o verbo do discípulo, o verbo seguir.

O discípulo é seguidor de Jesus, anda atrás de Jesus, segue Jesus em todos os seus caminhos. Os seguidores, amigos de Jesus, têm a certeza de possuir a vida eterna e nunca se perder. Jesus faz com que não termine a vida deles, se prolongue na eternidade ao término desta existência, e que sua ressurreição seja para a vida e não para a segunda morte, como diz o Apocalipse. A segunda morte é a definitiva e significa separação eterna de Deus. Ninguém vai arrancar as ovelhas das mãos de Jesus. Que segurança isso nos dá! Nada pode nos separar do amor de Cristo. Se nós estamos em Cristo foi por vontade do Pai e por uma graça especial d’Ele. Ninguém pode nos arrebatar das mãos de Jesus nem das mãos do Pai, porque Jesus e o Pai são um só.

Nossa vida muitas vezes é uma grande tribulação. Vivemos atribulados de diversas maneiras e por diversas razões. A fome, a sede, o sol, o calor, as incompreensões, as desavenças, as traições e as trapaças, tudo nos molesta e causa dor. Necessitamos de um alívio, às vezes imediato para não perecermos. O Bom Pastor nos conduz às fontes da água viva, e Deus enxuga as lágrimas dos nossos olhos.

Quantas dificuldades tiveram os apóstolos em sua missão! Quantos problemas Paulo e Barnabé enfrentaram na primeira viagem missionária que partiu da Igreja de Antioquia! Intrigas causaram perseguições e expulsões, mas eles se mantinham sempre cheios de alegria no Espírito Santo. Eram discípulos verdadeiros, ovelhas que conheciam o Pastor e eram por Ele conhecidas. Paulo tinha consciência de ter sido colocado como luz para os povos pagãos, aos quais levou a alegria da salvação.

Fonte: Família Cristã

voltar

© Todos direitos reservados - Familia Missionária. design by ideia on