Cadastre-se para receber novidades
Artigos » Eventos » Eventos Sub » Artigos » São Paulo, intercedei por nós ...
A↑AA↓

São Paulo, intercedei por nós ! - Cardeal Dom Odilo P. Scherer

Por: Família Missionária

Com a festa de São Paulo, nosso patrono, dia 25 de janeiro, fazemos também a abertura do Ano Pastoral em nossa Arquidiocese. Ao mesmo tempo, oferecemos a Deus nossos grandes propósitos e projetos para o ano e pedimos, pela intercessão do apóstolo São Paulo, nosso patrono, a graça da fidelidade, da perseverança e dos bons frutos nos objetivos que nos propomos.

Mesmo sem planejamentos especiais, bastaria seguir bem o ritmo do Ano Litúrgico para termos um ano cheio de propostas. De fato, acompanhar e viver a mística do Ano Litúrgico é uma prática saudável e de grande valor pedagógico para a vivência pessoal da fé e para o serviço de evangelização da Igreja. A Igreja tem uma rica proposta de evangelização, cada ano, nas celebrações e comemorações do tempo litúrgico. Quem segue regularmente as celebrações litúrgicas da Igreja tem farto alimento para a fé e para o testemunho cristão no mundo, passo a passo, ao longo de todo o ano.

Porém, em 2011, a Arquidiocese de São Paulo coloca em destaque, para a reflexão e a ação pastoral, a paróquia, “comunidade de comunidades”. Centrando nossas atenções sobre a paróquia, enquanto expressão mais próxima e concreta do Mistério da Igreja, queremos avançar na proposta do 10° Plano de Pastoral da Arquidiocese, que nos convoca a sermos discípulos missionários de Jesus Cristo na grande e complexa cidade de São Paulo de forma nova e mais incisiva.

Seria impossível pensar nossa Igreja, sem as paróquias, com seu padre, suas igrejas matrizes, seus espaços de vida e ação pastoral, sua presença no espaço social e cultural... Mesmo com as dificuldades e deficiências próprias do nosso tempo e do contexto da metrópole, e sem ter a pretensão de que a paróquia consiga sozinha enfrentar todas as necessidades e desafios da missão da Igreja, continua verdadeiro que ela ainda tem sua razão de ser e de existir; a Igreja nunca abandonou a paróquia, mas convida a rever e aprofundar o seu significado, sua vida e missão.

Neste ano, portanto, tentaremos fazer o que depender de nós para que as paróquias se renovem e sejam autênticas comunidades de discípulos missionários de Jesus Cristo nesta cidade, que Deus ama. Um processo de conversão pastoral é necessário para recobrar as motivações e dar vida nova; talvez para superar cansaços, estagnação e a lógica da mera conservação. As paróquias precisam ser marcadas por nova dinâmica e um impulso decididamente missionário. Se não estivermos atentos, elas se fecham sobre si mesmas, ao invés de ser a presença missionária que se projeta ao seu redor, para o meio da comunidade humana. Para alcançar esta meta pastoral ao longo do ano, todos estão convidados a arregaçar as mangas: clero, leigos, religiosos, famílias, organizações várias da Igreja presentes nas paróquias... Os jovens terão um ano privilegiado; com o clero, teremos uma reunião importante já dia 15 de fevereiro, para tratar do assunto. Como arcebispo, escreverei uma Carta Pastoral para toda a Arquidiocese sobre esse assunto.

Mas o ano pastoral de 2011 nos prepara ainda muita coisa: a Campanha da Fraternidade, com o tema – Fraternidade e a vida no Planeta –, é um convite a cuidar, com responsabilidade compartilhada, da nossa casa comum, aprofundando a cultura do respeito, do cuidado e da solidariedade. As catástrofes naturais desses dias desafiam nosso senso ético diante da natureza e dos demais habitantes da Terra.

O 1° Congresso de Leigos, realizado em 2011, mobilizou milhares de leigos e leigas, que querem se envolver numa ação mais planejada eficaz do laicato em nossa Arquidiocese. Os muitos propósitos elaborados nas Oficinas Temáticas e apresentados no encerramento do Congresso precisam ser retomados e trabalhados. Em agosto será realizada a Jornada Mundial da Juventude com o papa, em Madrid; muitos jovens já estão se mobilizando para ir à Espanha e, com centenas de milhares de outros jovens de todas as partes do mundo, desejam participar, se “enraizar” mais em Cristo.

Nossa Arquidiocese também terá um fato novo e importante para a vida  da nossa Igreja e sua dimensão missionária: está sendo aberto um Seminário Redemptoris Mater, confiado à direção do Caminho Neo Catecumenal, para formar padres seculares com carisma missionário. Que São Paulo, discípulo e missionário de Jesus Cristo, interceda por nós!

Card. Odilo P. Scherer, Arcebispo de São Paulo

voltar

© Todos direitos reservados - Familia Missionária. design by ideia on