Cadastre-se para receber novidades
Artigos » Eventos » Eventos Sub » Artigos » Ordenação de Dom João Justino:...
A↑AA↓

Ordenação de Dom João Justino: uma chuva de graças - Dom Gil Antônio Moreira

Por: Família Missionária

Em meio às celebrações de seu ano jubilar, nossa Arquidiocese de Juiz de Fora recebeu do Papa Bento XVI o inesperado presente da escolha de um de seus filhos para o episcopado. O Papa escolheu o padre JOÃO JUSTINO DE MEDEIROS SILVA como bispo titular de Tulia e bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte. Diante de tamanha honra e tão singular distinção, nossa Igreja devia cumprir gestos significativos de eclesialidade e de comunhão: oferecer seu filho mais capaz e de melhor preparação; ajudar os fiéis a entrarem no clima espiritual de oração e de alegria para participarem da ordenação; realizar de modo solene e marcante a celebração da ordenação e acompanhar na oração os passos do novo bispo.

Com a graça de Deus, em menos de um mês tudo foi organizado, providenciado e preparado. Como um só coração, todo o povo de nossas comunidades uniu-se em oração de Dom João Justino. Todas as igrejas celebram um tríduo festivo de louvor a Deus pela ordenação. Muitas caravanas vindas de várias paróquias foram organizadas para o grande dia: 11 de fevereiro de 2012.

Desde muito cedo, antes mesmo das 8 horas da manhã daquele sábado, dia de Nossa Senhora de Lourdes, a Catedral Metropolitana já estava movimentada. Em poucos minutos, todos os lugares estavam tomados. Antes um pouco das 9:30, debaixo do repicar dos sinos e do aplauso da multidão, muitos seminaristas, vários diáconos, mais de 200 padres, cerca de 20 bispos formaram a linda procissão de entrada que levou Dom João Justino até o altar de sua ordenação episcopal. Dom João Justino seguia sustentado por seus pais, Emílio e Lourdes, que naquela procissão caminhavam em nome do povo de Deus e testemunhavam toda a sacralidade da família.

Toda a celebração mostrou claramente a presença do amor de Deus. Tudo falava de Deus e tocava profundamente nossos corações: o silêncio da escuta atenta do povo; a beleza da música do Coral Arquidiocesano Benedictus; a profundidade e sabedoria das palavras de Dom Walmor Oliveira de Azevedo; a alegria da presença de tantos bispos e, de modo todo especial, a participação de Dom Clóvis Frainer e Dom Eurico dos Santos Veloso, nossos arcebispos eméritos; a firmeza e a serenidade do “quero” pronunciado oito vezes por Dom João Justino; o agradecimento singelo e carinhoso de Dom João Justino ao final da celebração; a emoção de todos que nem mesmo dava conta de como tão rapidamente se passaram aquelas três horas. Tudo pareceu acontecer em um único instante do amor de Deus derramado sobre nós como chuvas de graças.

Apenas devemos dizer: Obrigado, Senhor. Pelo dom precioso do Espiscopado de Dom João Justino. Obrigado, Senhor. Pelo jubileu de ouro de nossa Arquidiocese. Obrigado, Senhor. Pela riqueza desta celebração que marcou para sempre a história de nossa Igreja de Juiz de Fora. Obrigado, Senhor. Muito obrigado, Senhor.

voltar

© Todos direitos reservados - Familia Missionária. design by ideia on