Cadastre-se para receber novidades
Artigos » Eventos » Eventos Sub » Artigos » "Este é o meu mandamento" - Pe...
A↑AA↓

"Este é o meu mandamento" - Pe. Luiz Carlos de Oliveira

Por: Família Missionária

Jesus, na última ceia, ensina aos discípulos os fundamentos da nova aliança e leva-os ao núcleo de sua vida e doutrina que é o amor. O amor é o centro porque Deus é Amor. A definição que Jesus faz de seu Pai é que Ele, tanto na relação na Trindade como em sua manifestação, é o Amor. Ao manifestar seu amor ao mundo, envia o fruto de seu eterno amor que é o Filho para que tenhamos a vida por meio Dele. Vida, então, é o amor. Temos uma escala no conhecimento do amor: amor de amigo (filia em grego), amor de totalidade da pessoa (eros) e o amor a Deus que se chama ágape. Participamos deste amor em sua origem Divina. A fonte é o Pai que ama o Filho e o Filho que dá esse amor aos discípulos, dando-lhes o “Espírito que procede do Pai e do Filho”. Pela Paixão, Morte e Ressurreição Ele nos redime e esta redenção se atualiza em nós pelo Espírito. O amor de Cristo é total, pois dá a vida. João explica que amar é praticar o mandamento porque o Filho praticou os mandamentos recebidos do Pai e permanece no amor do Pai (10). Para acontecer em nós o amor é preciso permanecer em Cristo, como o ramo no tronco. Participando do amor de Cristo entramos no conhecimento de Deus que gera a amizade com Cristo que revela seu interior. No relacionamento do amor conhecemos o coração do Pai: “Já não vos chamo servos, pois o servo não sabe o que faz seu senhor. Eu vos chamo amigos, porque vos dei a conhecer tudo o que ouvi de meu Pai” (Jo 15,15).

Como Deus ama

Deus é amor (1Jo 4,8) e acolhe a todos. Não faz distinção de pessoas e aceita quem O teme e pratica a justiça, qualquer que seja a nação a que pertença (At 10,34-35). Não só aceita, mas lhe dá o Espírito Santo (45). Deus ama manifestando-se a nós: “Deus enviou seu Filho único ao mundo para que tenhamos vida por meio Dele” (1Jo 4,9). Em que consiste o amor? “Não fomos nós que amamos a Deus, mas foi Ele que nos amou e enviou seu Filho como vítima de reparação por nossos pecados” (10). Amor é amar antes de ser amado. Estaremos unidos a Deus se amamos também o outro. O amor aos filhos de Deus não se reduz a um sentimento gostoso, mas a uma entrega de vida. A característica do amor que Jesus ensina está no modo: “como eu vos amei” (Jo 15,12). Jesus amou dando sua vida: “Eu dou minha vida pelas minhas ovelhas” (Jo 10,15), pois “ninguém tem maior amor do que aquele que dá a vida por seus amigos” (Jo 15,13). Dar a vida é por-se a serviço: “Estou entre vós como aquele que serve” (Lc 22,27) e ama. A Encarnação de Jesus se dá pelo Espírito que é o Amor (S. Afonso).

Conhecimento pelo amor

Jesus deu um mandamento que resume todos outros dez mandamentos. O amor nos faz conhecer a Deus. Diz aos seus: “Eu vos dei a conhecer tudo o que ouvi de meu Pai” (Jo 15,15). Podemos conhecer a Deus pela fé que nos une a Deus e nos ensina a verdade. Mas também sabemos que o amor nos une a Deus e nos dá o conhecimento do Pai. Por isso sabemos que há pessoas humildes e sem estudos, conhecem Deus pelo amor. Por isso diz Jesus: “Se guardastes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor, assim como eu guarde os mandamentos de meu Pai e permaneço no seu amor” (10). O amor a Deus é o primeiro catecismo que podemos ter. Em cada Eucaristia podemos viver a fé e o amor para aprender a amar a Deus e aos irmãos. “Eu vos escolhi para irdes e produzirdes frutos e o vosso fruto permaneça” (Jo 15,16). O fruto é o amor que dá vida. Não amar é morrer.

Leituras:Atos 10,25-26.34-35.44-48;Salmo 97; 1João 7-10; João 15,9-17

 

Pe. Luiz Carlos de Oliveira -Redentorista

voltar

© Todos direitos reservados - Familia Missionária. design by ideia on